Projeto de Irrigação do Vale do Iuiú avança e deve gerar 160 mil empregos na região

Projeto de Irrigação do Vale do Iuiú avança e deve gerar 160 mil empregos na região
Projeto de Irrigação do Vale do Iuiú avança e deve gerar 160 mil empregos na região - Foto: Feijão AlmeidaGOVBA

Governo do Estado também entregou equipamentos nas áreas de educação, saúde, segurança e infraestrutura.

Mais um avanço importante para o Projeto de Irrigação do Vale do Iuiú, no interior da Bahia, foi apresentado nesta segunda-feira (8). O governador Jerônimo Rodrigues, acompanhado do ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, esteve na cidade de Iuiú para dar início ao estudo de viabilidade técnica do projeto. Também foram entregues uma motoniveladora, uma ambulância e importantes obras nas áreas de educação, saúde, segurança e infraestrutura. 

O projeto de irrigação, que consiste na realização de obras de captação e distribuição de água, vai abranger a região do médio São Francisco, que compreende os municípios de Iuiú, Malhada, Sebastião Laranjeiras e Guanambi. Serão gerados 160 mil empregos diretos e indiretos, que devem beneficiar 125 mil pessoas. Nesta etapa, na qual serão investidos R$ 5,5 milhões com a entrega também de uma motoniveladora (para utilização nos serviços de terraplanagem), o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) inicia os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental com a consolidação do anteprojeto de engenharia e estudo ambiental para atividades de médio impacto evitando desapropriações, desestruturação fundiária e desmatamento de novas áreas.

Como explicou o ministro do MDR, Waldez Goes, a agricultura irrigada apresenta um potencial, que já vem sendo observado em outras regiões nas quais foi implantada. “O Governo Federal está comprometido com o desenvolvimento regional, com a diminuição da desigualdade, com a produção de alimentos, com a geração de oportunidades e a irrigação é um tema que se comunica com isso, ela é inclusiva e democrática”, disse o ministro.

O Vale do Iuiú, maior produtor de frutas do país, tem grande potencial para ser o maior projeto de irrigação da América Latina, devido à qualidade do solo, clima favorável, captação de água do Rio São Francisco e topografia plana, além da malha rodoviária para o escoamento da produção. O governador destacou a importância do empenho da comunidade para a nova etapa do projeto. “Agradecemos todos os esforços para que hoje possam ser autorizados os estudos de viabilidade técnica, ambiental e econômica desse projeto.”

Em termos de benefícios sociais, o projeto do Vale do Iuiú vai permitir o aumento da qualidade de vida, com elevação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), melhoria nas áreas de saneamento, educação e saúde. 

Mais qualidade de vida para Iuiú

Somado ao avanço desta obra de agricultura, Iuiú recebeu diversas entregas que tem mudado a vida de moradores do município como o operador Marcos Barbosa de Góes, de 40 anos, que nasceu e cresceu na cidade. “Hoje temos prazer em dizer que moramos aqui. São muitas obras importantes entregues, como a Lagoa da Amizade, a mais impactante pra mim. Foi um sonho realizado. Aqui só tinha mato e agora temos esse lugar lindo. A gente se emociona ao ver essa obra.”, contou o morador com os olhos marejados. 

A tão esperada Lagoa da Amizade, no bairro Barragem, proporciona aos moradores atividades de esporte e lazer. O Governo do Estado garantiu a urbanização do entorno do equipamento, por meio de um investimento de R$ 2,7 milhões. O local conta com uma academia ao ar livre, parque infantil, área de convivência, quiosque, ciclovia, pista de cooper, paisagismo, sanitários e estacionamento. Logo acima, a praça Iôiô Pé de Ferro, na Avenida Tiradentes, também ganhou pavimentação no entorno.

Ainda sobre infraestrutura, foi entregue a pavimentação do acesso à BA-160 e foi autorizado o projeto de pavimentação de 29 km, entre os distritos de Pindorama, em Iuiú, e Canabrava, em Malhada, uma obra estimada em R$ 16 milhões, e a licitação para restauração do trecho de 15 km, que liga a rodovia BA-160 ao entroncamento da BR-030 na região. 

Para reforçar a segurança pública e dar melhores condições de trabalho aos policiais, o Governo Estadual também entregou mais uma unidade conjugada da Delegacia Territorial e do Pelotão da Polícia Militar. O investimento foi de R$ 2,7 milhões. “Só na Polícia Civil já entregamos 61 unidades como esta e temos em construção mais de 100. Os novos equipamentos não apenas proporcionam um ambiente mais adequado para o trabalho policial, como oferecem mais conforto e privacidade para os cidadãos que precisam registrar ocorrências. Acredito que essa iniciativa trará benefícios enormes para todos os envolvidos, contribuindo para uma atuação mais eficiente da Polícia Judiciária e melhorando a experiência das pessoas que buscam seus serviços”, afirmou a delegada-geral, Heloísa Brito. 

Na área da educação, a entrega do Centro Educacional Integral Francina Nogueira foi comemorada pelo pequeno Davi Moraes, de 10 anos, estudante do 5º ano do ensino fundamental, que recepcionou Jerônimo Rodrigues. “Estava muito ansioso para receber o governador. É um momento importante e estou animado com a nova escola. Gosto da quadra, das salas e sinto mais vontade de estudar”, contou entusiasmado. 

A obra de R$ 5 milhões, realizada pelo Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Governo do Estado, tem capacidade para atender 390 estudantes do ensino fundamental I. São 12 salas de aula, dois laboratórios, três salas multiuso, biblioteca, refeitórios, quadra coberta e parquinho. 

Ainda como parte das ações do Governo Federal, foi entregue a Unidade Básica de Saúde Doutor Carlos Vagner Lopes Frota, no bairro Planaltina, onde serão ofertados serviços que englobam a atenção primária, contribuindo para o aumento da qualidade de vida, promoção da saúde e redução dos encaminhamentos aos hospitais. Uma ambulância também fará parte do equipamento, fruto de emenda parlamentar. 

 

Repórter: Simônica Capistrano/GOVBA