Em coletiva de imprensa, Prefeitura de Montes Claros anuncia realização de concurso público, passe-livre estudantil e contratação de pediatras

Em coletiva de imprensa, Prefeitura de Montes Claros anuncia realização de concurso público, passe-livre estudantil e contratação de pediatras
Coletiva de imprensa foi concedida nesta terça (21) — Foto: Prefeitura de Montes Claros

Segundo o prefeito Humberto Souto, serão investidos cerca de R$ 11 milhões na saúde do município. Três Projetos de Lei, de autoria do Executivo, que regulamentam as iniciativas, foram enviadas para votação na Câmara de Vereadores.

O prefeito de Montes Claros, Humberto Souto anunciou, nesta terça-feira (21), uma série de investimentos nas áreas de saúde, mobilidade urbana e educação.

Durante coletiva de imprensa, o chefe do executivo municipal listou a realização do concurso público para a contratação de servidores efetivos. Na saúde, será feita a contratação de 50 médicos pediatras para reforçar a rede municipal, além de incentivos financeiros para os prontos-socorros dos hospitais, e aumento e adequação de 10 novos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica da Santa Casa.

“Nós estamos calculando em torno de R$ 11 milhões para melhorar o atendimento dos pronto-socorros que está faltando crédito. Então, resolvemos fazer esse incentivo para melhorar as condições dos hospitais para que eles possam efetivamente dar atendimento a população. Estamos tendo muita dificuldade com a questão de médicos em Montes Claros. Por essa razão, resolvemos anunciar o concurso, com maior abrangência e dentro dessa quantidade tem vagas para pediatras para suprir as demandas do município”, detalhou o prefeito.

Investimentos que devem afetar positivamente a mobilidade urbana e a educação também foram anunciados. Conforme a prefeitura, está prevista a aquisição de novos ônibus e o passe-livre para quem atualmente tem direito ao meio passe estudantil.

“Nesse momento de reestruturação, a prefeitura vai fazer licitações para colocar em operação 13 novos ônibus para evitar o reajuste na tarifa, uma solução para que penalize menos o usuário de transporte coletivo. Além disso, os estudantes terão gratuidade. O objetivo é fazer com que eles possam chegar com mais facilidade, e pesar menos no bolso da família. Agora, não é mais meio passe, agora será passe integral para o estudante”.

Segundo a Prefeitura, três Projetos de Lei de autoria do Executivo Municipal que regulamentam os investimentos foram encaminhados para a Câmara de vereadores para serem votados. A data de votação ainda não foi definida pela Casa legislativa.

Por G1 Grande Minas